domingo, 3 de fevereiro de 2008

Carnaval: a palavra vem de "a carne nada vale". Acham?

10 comentários:

manuel teixeira disse...

NÃO.

Anónimo disse...

Picanha ou maminha?

Milene disse...

Vale o que VALE.... depende de quem a "compra...???": cá por mim, continuo a preferir a preferir a picanha..! Porque será???
Mas se o "Adeus à Carne",em latim "Carne vale", hoje Carnaval fosse seguido à letra por todos nós, não haveria crianças a nascer em Outubro..., não é verdade???!!! Então como é que o meu 1º filho nasceu em Outubro??? Parece-me que há quem não seja rigoroso na aplicação da abstinência na Quaresma!!!!

Anónimo disse...

ai ai a crise da meia idade:-)

Anónimo disse...

Uma imagem vale por mil palavras! A emoção foi tão grande que hoje nem temos "novidades" no blogue!!

miguel disse...

Fugiste com a garota????

Anónimo disse...

Tou te estranhando!!
Tantos dias sem dizer nada?

Pat disse...

Para quem, como eu, te conhece de outros "Carnavais", diria que a um belo caril de... CARNE... não viras tu as costas. Portanto... :)

Mário disse...

Enganas-te, sobrinha Pat.
Nunca gostei de máscaras nem de assaltos.
E o espírito de "diversão por causa do calendário" causa-me urticária...

Pat disse...

Querido Tio... Referia-me apenas à carne itself, sem mascaras, sem efeites, apenas com uns pózitos de prelimpimpim a que chamamos caril e do qual ambos tanto gostamos.

Beijo grande.

P.S.: Já agora aproveito para te dizer que a leitura deste blog já se tornou, para mim, um "vicio muito saboroso"!
Obrigada!