sábado, 2 de fevereiro de 2008

salut!

Um romance que tem sido muito comentado, quase sempre com algum juízo de valor negativo.

Quem sabe do amor dos outros? Pois que sejam "felizes para sempre", ou pelo menos enquanto durar o idílio.

E assumirem o romance mostra que se evoluíu. Felizmente. Ainda se lembram dos comentários da família Soares e do PS em relação a Sá Carneiro e Snu Abecasis?

10 comentários:

miguel disse...

Comparar romances parece-me razoável, comparar a Snu com a Carla já me parece excessivo!

eh eh eh
abraços

manuel teixeira disse...

Não, não me lembro dos comentários da família Soares e do PS em relação a Sá Carneiro e Snu Abecasis. Conta aí Mário.

Mário disse...

Miguel
Sabes que comparar pessoas, seja elas quem forem, é sempre duvidoso. Prefiro exaltar as qualidades (ou eventualmente referenciar o que considero defeitos) do que estabelecer comparações, porque cada vez mais me convenço que cada um é único. A não ser comparar numa dada actividade específica (a Maria João Pires toca melhor piano do que o Cristiano Ronaldo, mas não mete aqueles golaços...).

Manel
A família Soares, designadamente a Drª Maria Barroso, disse publicamente, na televisão, que era uma situação indecente, que o país não podia estar representado por um casal que não o era, e emitiu uma sérir de juízos de valor conservadores sobre o assunto. Depois, passados muitos anos, disse arrepender-se... valha isso.
E o PS (na altura mais à esquerda do que agora, até...) atacou politicamente Sá Carneiro, achando mal que Snu fosse a um jantar quando da visita oficial de Sá Carneiro a Londres.
Foi uma vergonha, assim como o patrocínio do PS à campanha de emissão de notas de mil escudos com a efígie do Sá Carneiro, a chamar-çhe ladrão, por uma coisa que se veio a provar ter sido calúnia.
Não sou fã de Sá Carneiro, acho que foi um excelente polúitico, um mau primeiro ministro, que erqa por vezes arrogante e não acho que, mesmo vivo, tivesse sido salvador da pátria. Mas há coisas que não se esquecem, porque são ntoleráveis em qualquer época ou tempo, e não há combate político que possa justificar aleivosias destas.
Abraços

Mário disse...

É claro que tenho algumas dúvidas se o Sarkozy não vai ficar tão obnubilado com a dama que se esquece de governar... mas isso aconteceria com as amantes que tivesse, como bom francês. (Petite Baguette, confirma se é verdade).

Depois, dizem (dizem, claro) que a senhora é "instável", "pluripotencial" e outras coisas mais, mas podes ser que não seja espia soviética, como no caso Profumo e outros...

Enfim. O homem tem música de borla, dinheiro no dote e um palmo de cara e de corpo no privado.

Mas continuo a pensar que até podem amar-se profundamente - quem sabe?

manuel teixeira disse...

Obrigado Mário pelo teu esclarecimento.

Quanto ao comentário do Miguel, parece-me, pela tua resposta, não teres captado a finesse da sua nuance.

miguel disse...

Pois, Manel, também me parece...

Mário disse...

La finesse de sa nuance - monsieur fala bem, será já o "efeito Bruni"?

Claro que sei distinguir entre uma modelo cantora e uma Mulher como a Snu, co o seu olhar triste e profundo, bonito sem ser esfíngico, com uma classe superior.

Mas não é sempre preciso dizer tudo, designadamente o que está implícito, não é?

Manel e Miguel - desulparão, mas, talvez por ser Carnaval, disfarçaram-se de Heckel and Jeckel...

Abraços e mascarem-se bem - não
é a vida, afinal (designadamente a blogosfera), um sucessivo baile de máscaras?!

manuel teixeira disse...

Cá pra mim a finesse da nuance continua sem ser captada, mas
se calhar só o Miguel o poderá esclarecer. Avança Miguel!

Quanto ao Heckel & Jeckel, cá pra mim trata-se mais de um caso de Dr. Jekyll & Mr. Hyde...

eh eh eh

Abraços

miguel disse...

Não avançoa nada. Continuo a adorar meter a colherada nos blogues dos amigos. E a aprender, porque cada um deles, na sua diversidade, tem tudo menos falta de qualidade. É um prazer andar por aqui.
Mas..lá vai....a Carla é mesmo boa, a Snu nem por isso.

manuel teixeira disse...

Obrigado Miguel