segunda-feira, 14 de junho de 2010

genialidades

Há pessoas geniais. Elton John é conhecido por ter jeito para improvisar. Num concerto, Richard E. Grant, um actor inglês, estava na audiência e resolveu desafiar Sir Elton para fazer, mesmo ali, uma música sobre um texto que tinha. O cantor aceitou... só que o texto era... o manual de instruções de um micro-ondas.

Vejam como Elton John descalça a bota....


15 comentários:

Virginia disse...

Hahah....
delicioso, o homem é mesmo genial, mas dá-me a impressão de que o fulano que lhe pediu a musica é muito conhecido, é um cantor tb ou alguém do mundo dos media. Na plateia era tudo conhecido. Não sei se ão haverá preparação neste numero!! De qualquer modo é divertidíssimo.

Virginia disse...

Vi agora que tu mencionas o nome do actor. Mas pode ter sido tudo improvisado.

Huckleberry Friend disse...

Muito bom, mesmo! Sou fã incondicional deste tipo - que surgiu muitas vezes no meu blogue, inclusive no encerramento do mesmo - e tive a sorte de vê-lo ao vivo 3 vezes, em 1992, 2009 e 2010. Felizmente não estive na barraca do casino, quando fugiu!

Filipe Snr disse...

.
Fabuloso!!! Realmente, os 'oldies' do meu tempo são os ùnicos que perduram... Este, o Paul MacCartney e poucis outros são sempre actuais.

Sérgio disse...

Já conhecia este video e também me parece previamente combinado.
O Elton John está entre os MELHORES da música anglo-americana.
Em Inglaterra está em 2ºlugar. O primeiro será sempre o Paul McCartney! (Digo eu)

Virginia disse...

Não sei se é o mais genial de todos os anglosaxonicos, conheço outros igualmente geniais e não tão mediáticos, como o Neil Hannon dos Divine Comedy, que é sensacional ou o vocalista dos Pulp, que também tem canções extraordinárias.
A verdade é que o Elton conseguiu atravessar gerações sempre com a mesma garra e sucesso, isso é que é realmente um fenómeno, sem falar do soundtrack do Lion King, que vi em NY e é da sua autoria e do Tim Rice.
Quanto ao paul MvCartney, nunca me entusiasmou a sua voz, mas o conjunto Beatles.

Anónimo disse...

Eu então acrescento, para a lista dos Geniais, Pink Floyd (Roger Waters e David Guilmour), Phill Collins e Mark Knofler!!

Catarina

Sérgio disse...

Virginia, mas os Beatles eram PAUL MCCARTNEY. Se os Beatles tivessem existido sem o Paul, hoje estavam no rol dos "oldies but goldies",ou "best of the 60"... O Paul escreveu 90% das canções que os Beatles cantaram. Os Beatles só com o John e o George a compor nunca teriam chegado até hoje com a mesma actualidade e vigor. Seriam uma lenda por causa da personalidade do John, mas nunca, nunca, o que eles realmente representam para a música de todos os tempos.

Virginia disse...

Os Beatles compuseram músicas que hoje em dia estão mais que datadas, já não conseguiria ouvir grande parte delas sem enfado. Não acho que tenham sido tão sensacionais assim...penso, por exemplo nos Genesis, nos Pink Floyd ( tens razão , Catarina) nos Simon and Garfunkel, uma dupla genial, que infelizmente acabou cedo demais. E que dizer dum Leonard Cohen? Os Beatles tiveram a sua época e a sorte de apanhar os anos 60, em que tudo era novo e mediático. Eles exploraram essa faceta até dizer basta.
Ensinei musica anglo-saxonica aos meus alunos durante mais de vinte anos e nunca os Beatles foram os mais ouvidos e amados. Alguns alunos reagiam mal à "xaropada" do Paul Mc Cartney e até se riam, quando eu falava em pôr uma gravação deles.As letras eram ridículas e sem profundidade nenhuma. Lamento, mas é a verdade.

Mário disse...

Sou tentado a concordar parcialmente com a Virgínia. Acompanhei os Beatles, claro, e no liceu gabava-me de ter sido um dos primeiros a ter o Abbey Road, que o meu Pai trouxe de Londres.

Ainda gosto de algumas músicas, desse album, sobretudo, mas mesmo quando se ouvem com prazer, algo cheira a velho. Não se comparam com o Elton, Pink Floyd, Carlos Santana, Cohen, Rod Stewart ou tantos outros.

E as letras são confrangedoras: "ela ama-te yeyeye, ela ama-te yeyeye, ela ama-te e acho que deverias ficar contente" Por favor!

catuxa disse...

Já agora, acrescento o cantor que sempre ambicionei ouvir e ver ao vivo, em espectáculo, mas já não poderei fazê-lo... pelo menos neste mundo: Freddy Mercury, com os Queen.

Mário disse...

Minha querida Afilhada Catuxa: pois podes sempre ir ver o "THE QUEEN TRIBUTE", no dia 26 de Junho, no Campo Pequeno. Dizem que é muito bom (o dos Pink Floyd era!).

Anónimo disse...

Fui ver o dos Pink Floyd e gostei imemso. Já agora informo que, no próximo dia 21 de Março de 2011, temos cá novamente o Roger Waters, "himself", no Pavilhão Atlântico, para tocar o magnífico "The Wall"!!!
Também adoro os Queen e a voz "unique" do Freddy Mercure. A sua presença em palco era única e contagiante! Dexou saudades.

Catarina

sofia costa disse...

A mim o Elton John não me diz grande coisa, apenas tenho na memória o Nikita, lá em casa existia o vinil single e ouviu-se vezes sem conta.
Mas no meio de tantos nomes de grandes músicos que foram aqui citados faltou um que para mim é o maior deles todos. David Bowie!
Space Oddity, Life on Mars?, Absolute Beginners... Do melhor e são músicas que ainda hoje se mantêm actuais.

elton john´s corporation disse...

Conheça o primeiro e único fã clube de Elton John no Brasil
http://www.eltonjohnscorporation.com e
http://twitter.com/eltonjohn_2010 fotos, biografia, videos, musicas, letras traduzidas,
noticias e muito, muito mais. Participe de nossa comunidade no Orkut
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=6590827