terça-feira, 15 de junho de 2010

o uso abusivo de palavras

Apesar de se mostrar satisfeita por as urgências pediátricas nocturnas de Setúbal e do Barreiro se manterem abertas durante o Verão, a autarca de Setúbal, Maria das Dores Meira, acusa a Administração Regional de Saúde de "autismo".

Público on-line


É pena que, ainda por cima falando de saúde, o termo "autismo" continue a ser usado com desrespeito pelos que sofrem desta doença e, do mesmo modo, dissociado do que realmente é o autismo enquanto doença.

Ou então, segundo a classificação da Academia Americana de Pediatria, poderemos por exemplo seleccionar 11 características das 18 que definem o autismo. o que quer dizer que a autarca pensa que a Administração Regional de Saúde:

- tem riso inapropriado
- estabelece pouco ou nenhum contato visual
- é aparente insensibilidade à dor
- está obcecada pela rotação de objetos
- tem ausência de resposta aos métodos normais de ensino
- insiste em repetição, resiste à mudança de rotina
- procede com poses bizarras
- recusa colo ou afagos
- tem dificuldade em expressar necessidades
- usa gesticular e apontar no lugar de palavras
- tem acessos de raiva
- demonstra extrema aflição sem razão aparente
 
É que o "age como se estivesse surdo" é apenas UMA das características do autismo...

4 comentários:

Catarina disse...

Confesso que já utilizei esse termo, não querendo de todo desrespeitar quem sofre dessa doença :-(
Obrigada pelo esclarecimento.
CatarinaVG

Virginia disse...

Mais do que autismo, a palavra esquizofrenia tem sido usada constantemente nos media para exemplificar as medidas do governo, dos políticos, dos professores, sei lá que mais. É uma abuso e uma afronta...alem de perigoso. Tendo um caso na família, choca-me muito ouvir esta palavra e fico sempre fula porque as pessoas que realmente sofrem destas doenças estão a ouvir ....e a absorver aquilo como um insulto.

tens toda a razão, mano. Continua.

sofia costa disse...

É triste assistir à falta de nível e educação dos nossos autarcas!

Filipe Snr disse...

.
Pudera! A maioria são tachistas burros!...