segunda-feira, 5 de julho de 2010

nascer do Sol na praia

Fotografia: Sofia Knapic

É um espectáculo raramente visto, a não ser pelos que se têm que levantar muito cedo, para ir trabalhar à cidade, deixando a família ainda a dormir, ou pelos que, noite fora, vão deixando correr o tempo até serem seus senhores, e poderem presenciar este espectáculo magnífico.

Nasce o Sol e a areia fica tinta de ouro. O dia amanhece, e com ele todas as esperanças.

Vale a pena (uma vez por outra) acordar mais cedo, assistir ao nascer do dia na praia, ir comprar pão ainda morno e saboreá-lo, com uma chávena de café com leite bem quente. As gaivotas brincam na areia e os minutos parecem não ter pressa.

Nasce o Sol na praia. A própria natureza ainda goza o seu fruir mais tranquilo.

2 comentários:

Milene disse...

Parabéns à Sofia pela foto, e pelo registo desse momento único que é o Nascer do Sol. Contudo eu pessoalmente prefiro o Pôr do Sol: igualmente único, e com uma outra beleza pela variedade de tons que nos proporciona.

Filipe Snr disse...

.
Nascer do Sol

Vi o Nascer do Sol pelos teus olhos,
um dia lindo de domingo se avizinhando,
sei que rasgaste páginas de histórias que carregavas dentro de ti
para que te fosse possível guardar o Nascer do sol para mim.
Senti-o através dos teus olhos cor de castanhas
antecipando o Outono em pleno Verão,
senti-o através das tuas mãos abertas
esperando que o primeiro raio nelas se compenetrasse.
Vi o nascer do sol pelos teus olhos
e senti-o pelo teu coração
e foi tão mágico como encantador.
Obrigada por partilhares esse momento comigo,
não há nenhum verso que possa escrever
que seja suficientemente precioso como o Nascer do sol que me ofereces hoje.
Por isso me encosto na cadeira
e deixo que o brilho de sol tão nosso me saia pelo corpo.

Eduardo Mesquita - 2008