terça-feira, 17 de março de 2009

e a inversa também é verdadeira...

Papa afirma que a SIDA não se combate com preservativos.

TSF on line


E a SIDA não se combate, definitivamente, com Papas, afirmo eu "de que"...

4 comentários:

zé disse...

É pá, pois é! A SIDA combate-se com um exército altamente especializado! As SWAT ou lá que é... Como é que alguém pode querer combater um vírus tão nefasto, resistente e inteligente com um bocado de borracha?
Papa miolos, é o que é...

joaopedrosantos disse...

A SIDA não se combate com preservativos. Basta ter fé e rezar que ela desaparece.
Aliás só existe porque o Senhor quer testar a nossa fé e talvez também porque nos queira junto dele mais cedo. Por isso, no caso de ser cristão e ter SIDA, parabéns, vai para o Paraíso em menos tempo do que julga!

Mário disse...

Melhoe. Afinal o que o Papa disse foi que "o preservativo AGRAVA o problema da SIDA" - devia chamar-se Papa Nestlé, de tão infantilóide.
Mas lá para reabilitar ou promover cardeais neonazis ou homofóbicos, isso Sua (minha, não) Santidade faz.
O que pensam os católicos disto? Bom, o que é verdade é que são os países ditos católicos do sul da Europa que têm a mais baixa natalidade (Itália, Espanha e Portugal), e como as pessoas continuam a fazer amor, algum método usarão... graças a Deus, já que "Nossa Senhora concebeu sem pecado". Dois mil anos não chega?

Anónimo disse...

A Igreja será sempre o calcanhar de Aquiles da religião cristã...

Virgínia