sexta-feira, 18 de julho de 2008

já sou avô!

E o meu neto António nasceu! É LIIIIIIIINDO!

Estou emocionado, feliz, babado, e só não publico fotografias porque não pedi autorização aos pais...

Parabéns, Neto, Parabéns Filha e Genro!!! É um dos dias mais felizes da minha vida!

12 comentários:

virginia disse...

E a Família continua a crescer...

Já podes esquecer as regras, Avôzinho, e "spoil" o teu neto até à medula!

Só espero que tenhas a mesma sorte que tenho com os meus, que , mesmo através da webcam, dizem a Avó é LINDA! ( isto é aos 4 anos...não sabemos como vai ser a seguir...).

Um grande beijo

Bicas

Pat disse...

PARABÉNS! UM BEIJO GRANDE AOS PAPÁS E UM PARA O AVÔ BABADISSIMO!
UFF QQ DIA É A MINHA VEZ EHEHEHEH

OH TIA BICAS... NÃO É SÓ AVÓ LINDA, É TIA LINDA TAMBÉM! HAJA JUSTIÇA! BEIJO GRANDE, MADRINHA!

Mário disse...

Sabes, Patrícia
Os filhos "infernizam" por vezes a nossa vida, mas eternizam-na. E dão-nos prazer em cada graça, em cada conquista, em cada sorriso. Sabes o que isso é, porque também tens filhos. E um dia, como dizes, terás netos, e verás que é uma sensação maravilhosa. Um passo mais além no espaço. A eternidade ao alcance da mão.
beijinhos
Gosto de te ver por aqui. Aparece e, na segunda, teremos mais aguarelas da Tia Bicas, verdadeiramente geniais.

Pat disse...

Sem dúvida. Amo ser Mãe, vou amar a dobrar ser avó. É muito gratificante ver a familia crescer e, como dizes, eternizar-se. Muito gratificante mesmo!
Vou aparecendo sim, com o maior prazer.
Beijinhos tio-avô (agora já dobraste!)

Ana disse...

Parabéns, professor! :)

joaopsantos disse...

Muitos parabéns ao novo avô!
Mais uma vez, vai ser posto à prova :D

virginia disse...

OLha a minha afilhadinha por aqui....é preciso haver um blogue para nos encontrarmos.
Ser avó é fantástico sobretudo quando temos os netos connosco e sem mais ninguém...esses momentos são únicos e é difícil conseguir com os filhos o mesmo grau de intimidade, de cumplicidade, de "malandrice", de beleza e criatividade. O meu neto Daniel disse no outro dia à Avó Amélia que queria ser pintor pois já tinha feito duas pinturas com os pinceis da avó Gineca. ( é o meu petit nom).
Que o teu dia venha mais tarde...os teus filhos ainda t~em de viver...:))
Bjo

Anónimo disse...

Solilóquio ao pé do berço

Cruzaste
a porta do tempo.
Sem resplendores(chegaste)
de sol ferindo o levante,
fulges-me aos olhos - cristal
entre o sonho e a relembrança
do que não sou,do que fui.

Perante a paz do teu sono,
dentro de mim se desfralda
um jeito novo de amar.
(T.de Mello)

Parabéns ao avô.

Mário disse...

Anónimo: obrigado pelo belo poema. É mesmo isso: um novo jeito de amar.

João Pedro, Ana: obrigado também. É um renascimento.

Anónimo disse...

Palavras ao nascituro

Falso é dizer,nascituro,
que somente agora chegas.
Sempre estiveste incrustado
na enorme concha do nada.
Nunca existe,contudo
és mais antigo que Deus.

... ... ...


Só nos resta,afinal,
confessar que te amamos
e te amaremos sempre
com o insensato amor
que suscita a esperança
de que surja em teu céu
a estrela que nunca vimos.

(T.de Mello)

Este é um longo e belíssimo poema que eu tenho partilhado com os meus filhos,genros e nora e nos tem levado por grandes discussões religiosas/filosóficas.Muito enriquecedoras!
Apesar de estarmos em terras de lava,as arestas que poderiam surgir são limadas pelo oceano que nos entra pelas portadas abertas e as palavras descansam nos verdes coloridos derramados no jardim e na serra que nos respalda.
No "contenente" seria assim???
Uma vez mais para-bem/bens.

Joana Fernandes disse...

Muitos parabéns ao Avô!! O neto vai ter muita sorte em ter o Dr. Mário como Avô!!! Parabéns!

Mário disse...

Joana: Muito obrigado
Anónimo: (que já suspeito quem é...) - belos poemas. Sei que os sente da mesma forma que eu. Por supuesto!