segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Dia Internacional do Não Fumador

Não são, hoje, os que fumam que estão "em alta" - são os que não fumam, essa enorme maioria que nunca é mencionada nas notícias - nas "caixas altas" afirma-se sempre que "30% dos portugueses fumam", e nunca que "70% não fumam".

Não sou fundamentalista anti-vícios, desde que não façam mal a terceiros. No caso do tabaco, isso acontece, pelo que, como não-fumador e pediatra, rejubilo com a boa aplicação da Lei do Tabaco.

Hoje o Dia é nosso - porque, por vezes, quase parecemos culpados por não fumar e por "escravizar" os fumadores, remetendo-os para "guetos" e sei lá mais o quê.
Se fumar retira minutos de vida ou se os devolve quando um cigarro é fumado com prazer, não sei. Mas que não quero fumar, e não quero fumar cigarros, cigarrilhas ou charutos dos outros, isso sei!

4 comentários:

Virginia disse...

Faz hoje precisamente 35 anos estava eu a casar-me pela primeira e única vez, num dia esplendoroso como o de hoje, com mimos e toda a família à volta - tu com cabelo comprido, meio hippie, muito janota e ainda mais bonito ( não fiques vaidoso, OK?), os miudinhos amorosos que hoje já são pais doutros miudinhos amorosos, algumas - muitas - pessoas que já faleceram, entre os quais os nossos Pais, todos felizes no English Bar, que hoje já tem outro nome, no Estoril.

O meu marido fumava muito...em qualquer lado, no carro, na sala, no escritório ( aí formava-se quase uma núvem de fumo), no quarto, enfim...e eu engulia todo aquele fumo, grávida ou não, como se não houvesse qualquer objecção, nem problema.

Hoje vejo que respiro um ar bem mais puro e não suporto ambientes carregados de fumo. Acho que deveria ser proibido fumar em todos os espaços fechados, elevadores, escadas, etc. Sei que é radical, mas além de caro, o tabaco corroi o corpo. Vi o que ele fez ao meu -ex, que deixou de fumar dum dia para o outro com uma força de vontade indomitável. É possível fazê-lo.

Mário disse...

Lembro-me bem desse dia, e ficará na memória dos miúdos que éramos a queda de um empregado com uma enormíssima travessa de batatas fritas, depois de ter escorregado em algo.

Estava sol. E o English Bar não tinha ainda sido engolido por enormes edifícios à volta.

Quanto ao tabaco, é espantoso como, em um ano, o número de fumadores e o número de cigarros por fumador desceram.

Todavia, o Inquérito Nacional de Saúde continua a mostrar, desde há dez anos, uma enorme subida nas mulheres, sobretudo nas jovens e adultas jovens, e uma descida enorme nos homens de todas as idades. Até aos trinta e cinco anos, a percentagem de mulheres fumadoras já ultrapassa a dos homens.

Carmo disse...

Cabelo comprido, hippie...adorava ver!

Virginia disse...

Posso scanear uma foto que tenho....e mandar-lha se souber o seu e-mail..:))