quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Julius Caesar Augustus

Hoje começa o Ano, para os que seguem ainda o Calendário Juliano. Por cá, seguimos o Gregoriano, e já lá vão 14 dias do ano.

O que fizemos dele? Em que foi diferente do anterior? Quantas promessas já cumprimos? Quantas falhámos? Ainda faltam muitos dias - toca a acelerar o passo e a reparar os erros!

6 comentários:

Virginia disse...

Deixámo-nos invadir por um virus estuporado, que dá dores incríveis e que só se aguenta escrevendo em blogues e desabafando com a família e amigos....:))

Quanto ao resto nem tudo é perfeito. Perfeito só há um o CR7 e mais nenhum :(((

Virgínia

Milene disse...

Possivelmente nestes escassos 14 dias de 2009, pouco ou nada fizemos de diferente em relação ao ano anterior, mas estamos certamente ainda cheios de boas intenções e promessas para o ano em curso.
Quanto à perfeição, essa não existe nem mesmo na excelência de CR7 pois conseguiu estampar um Ferrari de 200.000€ em escassos segundos, pondo em causa a sua pessoa, a sua equipe e os que o rodeiam. Portanto toca a "acelerar" o passo e reparar os erros: que ele e o seu Bentley sejam poupados...

zé disse...

Virginia, o que é CR7? Uma mota? A minha é uma FZ6!:) Eu gosto tanto de motas e não conheço esse
modelo... :)
E o que fizemos de toda a nossa vida? O que há-de ser de nós quando, fazendo uma retrospectiva, nos apercebermos de que tanta coisa ficou por fazer... Eu ainda não cheguei aos 30 e já me arrependi muito do que não fiz (estudar)... E os que o fizeram de outras coisas se arrependerão. Nunca estaremos plenamente satisfeitos. Valha-nos blogues como este para ir despejando as mágoas!
"Vou uma vez mais correr atrás de todo o meu tempo perdido. Quem sabe está guardado num relógio esquecido por quem nem avalia o tempo que tem..."
Esta é para o Dr. Mário!
Um abraço!

Mário disse...

Milene
Cada dia pode ser diferente, assim tenhamos a lucidez, o espaço e a capacidade reflexivas, e a vontade e a coragem de mudar. Cada dia pode ser uma nova vida, sem que isso implique cortar com a vida anterior - até eventualmente repeti-la, se o resultado final for positivo.

CR7 é o nome de guerra do Cristiano Ronaldo, nº 7 na camisola, o tal que estoira carros de 200.000 euros, mas que foi incapaz de dar uma migalha do que ganha diariamente para socorrer os colegas de profissão do Estrela da Amadora que estavam sem receber salário. Isso a comunicação social não disse. E é pena.
A propósito: a quem paga esse meninoco impostos? A Portugal? A Inglatera? Paga-os?

Quanto ao Sérgio Godinho, obrigado.
Aqui fica um original pouco conhecido dele:

O tempo parece que foge
dura o tempo de um cigarro
e eu atrás dele e não o agarro
e vou de metro e vou de carro.

O tempo parece que foge
dura o tempo de um café
e o "antes fosse" já não é
e vou de carro e vou a pé.

O tempo parece que foge
dura o tempo de um abraço
e eu atrás dele e não o caço
e eu a galope e ele a passo.

O tempo parece que foge
dura o tempo de uma vida
e são dois dias de fugida
e é já tempo de partida.

zé disse...

Dr. Mário, em primeiro lugar correcção: não é "relógio esquecido", mas sim "relógio escondido." Fui a pensar nisto para casa...
Esse original pouco conhecido? Só para quem não vê o Sérgio como os fiéis vêem o Papa! E entre as quadras: "Ai ó Linda, será que ainda?"
Tem uma métrica e dinâmica fantásticas, essa música!
E outra espectacular: Alice no País dos Matraquilhos. Enfim, são todas!
CR7... E eu a pensar que ia trocar a minha FZ6 por uma CR7:)
Excelente e pertinente questão, a dos impostos...
Quanto ao outro assunto (os colegas que não recebem salário), acho que o CR7 nem fez por mal... Há tanta coisa na sua vida que nem deve ter ouvido falar. Ou se ouviu, não pensou sobre isso... Seja como for, uma figura que reprersenta uma nação (parece ser o caso) deve estar atenta a todos os pormenores e, no mínimo, mostrar alguma solidariedade...
Abraços!

Mário disse...


Se montar um CR7 não sei o que lhe pode acontecer...
Provavelmente irá parar à primeira página de um tablóide britânico, a par com a Kate McCann e alguma pin-up descascada...