sábado, 17 de novembro de 2007

aproveitemos


É verdade. Parece que a partir de segunda-feira vamos ter chuva, raios e coriscos.
Entre o meio dia e as duas da tarde de segunda prevêem-se mais de 20 mm de água e rajadas violentas de vento.

É o fim do "Verão" - finalmente. Que pena. Ainda bem. Que venha Junho. Ambiente de Natal. Tirar as camisolas de lã do armário de cima. Constipações. Onde é que vamos em Julho?

É bom viver o presente e fantasiar o futuro. à lareira, de preferência...

3 comentários:

ana bagão disse...

Nós cheios de saudades do frio do Inverno e de todas as boas recordações que ele nos traz - o cheirinho a castanhas assadas em cada esquina, os passeios pelas ruas e jardins da nossa cidade com a ponta do nariz congelada, as várias viagens às ruas da Baixa para ver as iluminações de Natal e até os “maus humores“, sempre desculpados pelo tempo ou pela chuva - e enquanto isso…

…as crianças continuam a presentear-nos com fantásticos desenhos de lindas tardes de Verão, sempre com um sóis radiosos, com autênticas flores de Primavera e relva verdejante, e os meninos sempre de manga curta. Para eles é sempre Verão e assim é que deve ser. Sempre com um sorriso radioso como os sóis dos desenhos e uma disposição verdejante como a relva que pintam.

Parabéns ao autor da pintura. Está linda!
E Parabéns pela escolha.

Beijinhos, Ana Bagão.

miguel disse...

Do Inverno que se adivinha, espero uma surpresa renovada: que a minha subida da Serra de Sintra, rumo ao Cabo da Roca, na corrida denominada apropriadamente de " Corrida do fim da Europa",e da qual alguns dirão que é antes, " do fim da macacada", espero, dizia, que essa subida seja acompanhada do nevão que há dois anos se repete, nesse exacto momento.É e será uma surpresa ,inolvidavel, mesmo que se repita , e se repita, e se repita....

Mário disse...

Ana
Peço imensa desculpa.
Por lapso não mencionei que o desenho foi feito por um "menino" (ou menina!) do Colégio Santa Maria do mar. Vou corrigir.

Ana
Obrigado pela "entrada em cena". E concordo inteiramente. Hoje fui ao Chiado, à tarde, mas as iluminações ainda estavam à espera do interruptor, salvo as dos "Armazéns do Chiado". E já lá estava o Pai Natal, muito simpático,com o qual os meus filhos tiraram a fotografia da praxe.

Miguel
Algum dia hás-de-me convencer a correr. Desejava-o, podes crer, mas a preguiça e a pouca (ou nenhuma) apetência continuam a reinar. Abraços