segunda-feira, 19 de novembro de 2007

concertos de Natal, em Lisboa


Chega o Natal e chegam também os concertos nas igrejas. Um bom programa, especialmente na Igreja de São Roque, incluindo o Requiem Alemão de Brahms, o Gloria de Vivaldi e a Missa da Coroação de Mozart.
E com o nariz posto no incenso, a noite fria e as vozes afinadas e melodiosas.

Já começa a cheirar a Natal!

4 comentários:

miguel disse...

A música, sabemos, é a linguagem universal. E talvez também o sejam as Igrejas, pelo menos na parte Ocidental do mundo:são um aconchego,um convite à reflexão,um gelo invernal que se transforma num calor interior, um convite (quiçá) à conversação da alma... e que bem que se houve música num templo.

Sofia disse...

Mas que espírito natalício este antes de época?

Fotografias com o pai-natal só nas vésperas e concertos só em Dezembro! Mas lá estaremos para ouvir de olhos fechados ;) e comer chocolates 'roubados' do café! E depois, quem sabe, um salto ao STOP, para mais um jantar fabuloso... tenho de provar as favas de que fala a Av.

Quanto ao frio, ao vento e à chuva, pois que venham... mas devagarinho! Que eu só tenho lareira ao fim-de-semana! E que bem que sabe... 'entrar' na lareira e ficar ali, até corar, até ter calor, até, até... Adoro o frio, quando tenho lareira! Lembra-me o Natal, a casa da minha avó, leituras, mantinhas e mais mantinhas, botas de lã, copos de jeropiga... enfim, que venha mais um fim-de-semana doce, como o que passou!

beijinhos

Pedro disse...

Prometo entusiasmar-me de forma obsessiva, cansativa e enjoativa pela quadra (I'm that kind of guy) e fazer do codornizes uma autêntica árvore de Natal, mas só a partir de 1 de Dezembro...

dito isto, claro que não perderei os cânticos nas igrejas (que dão tanta paz a este ateu, Miguel!), os doces da época (a overdose do fim-de-semana ainda deu mais vontade de comer coscorões, azevias, fatias douradas, estrelas, bûche de Noël, bolo-rei, etc.), os lanchinhos e encontros com amig@s, os presentes, os enfeites de rua (que pena porem-nos tão cedo), os amores que duram todo o ano mas que apetece exprimir (espremer?) ainda mais nestes dias.

Beijinhos

Sofia: só mais um?!

Mário disse...

Antes da época?
Os concertos já começaram este fim de semana!
Dia 1 de Dezembro foi a Restauração... aliás, se não fosse ela, teríamos o Cavaco Ibérico a dizer: "Por que não te calas, homem. Põe bolo-Rey na boca, como eu... ou comes tu...".