quarta-feira, 26 de agosto de 2009

o melhor é trocar tudo em dracmas!

Cavaco Silva promulga diploma do sigilo bancário.

Público on-line


Sócrates promete que, se for eleito, só para chatear o PR proporá o levantamento do sigilo dos carcanhóis guardados debaixo de colchões...

5 comentários:

Anónimo disse...

E quem é que fez o diploma?
É mau quando aprova, é mau quando veta. Afinal em que é que ficamos?
As suas entradas são "embirração" pura, Sr. Professor!
Seja coerente e não corte os comentários que não o bajulam.
Só os qu recebem dinheiro "pela porta do cavalo" é que devem recear a aprovação desta lei...
Mais uma vez Maria

Virginia disse...

O colchão dele deve estar no offshore do AJJ.....:)))

Filipe Snr disse...

Sou contra, como sou contra as pessoas que se irritam por outros terem ideias diferentes das suas...

Mário disse...

Maria - calma! Primeiro: nunca cortei nenhum comentário por muito que estejam em desacordo com o conteúdo - só se fosse obsceno ou difamador. Depois, exactamente porque tinha mostrado a minha posição, claramente contra o veto presidencial, é que referi agora a aprovação desta Lei, com a qual estou de acordo, e até gozei com o tema das picardias entre Belém e São Bento, "prometendo" a lei dos colchões. Não "embirro" com o PR, mas assim como gostei da primeira metade do seu mandato, acho qesta completamente partidária, ideológica e não o vejo agora a ser "o presidente de todos os portugueses". As declarações que tem feito, desde o ordenado do Cristiano à não nomeação de Lobo Antunes, a promessa que vai estar calado "mas...", e outras coisas assim revelam que não está a ser PR, mas candidato a putativo PM.
Se vir, também, tenho dado puxões de orelahs em todos - é essa a minha grande liberdade e independência, que não exclui ter ideias e ideologias bem claras e afirmá-las sem qualquer receio, como deve ser em democracia.

Virgínia: os off-shore são um cancro e uma injustiça social.

Filipe: exacto. Aceitar ideias diferentes ou ligeiros sarcasmos ou ironias relativamente aos que defendemos é difícil mas é um exercício indispensável ao diálogo democrático. E o que vejo é que todos podiam criticar o Mário Soares ou o Sampaio, mas ai Jesus se se diz alguma coisa do Senhor Professor...

Virginia disse...

Infelizmente os offshores têm servido para TODOS os políticos usarem e abusarem da nossa paciência. Se uns têm dinheiro no colchão, outros têm casas na Rua Castilho com dinheiro que não se sabe donde proveio.
Venha o diabo e escolha.

Nunca gostei muito do Cavaco, nem da Maria, nem dos modos deles, mas tb detestava o Sampaio ( anjinho papudo e sonso) e o Soares ( papa maçónico). Como vês, só me resta o Eanes , hahah!