quarta-feira, 19 de agosto de 2009

um outro Homem grande e bom


Um homem íntegro. Apaixonante e apaixonado. Humanista. Sério. Desinteressado. Eficiente. Simpático. Empático. Lutador por causas. Com amor à Vida e ao Amor. Justiceiro sem se armar em "cavaleiro branco". Abnegado. Altruísta. Tanta coisa mais a dizer.

Morreu há seis anos, a 18 de Agosto, num Iraque que - a acreditar no então governo dos EUA -, "estaria feliz, democrático e livre de ataques terroristas". O homem-chave da ONU foi deixando demasiado desprotegido pela potência ocupante e os terroristas não desaproveitaram. Morreu no Iraque depois de intervenções fundamentais e decisivas em Moçambique, Peru, Cambodja, Timor-Leste, Bangla-Desh, Bósnia, Kosovo, Líbano, Ruanda...

A Al-Qaeda e a política de Bush mataram Sérgio Vieira de Mello. O mundo precisava de mais Homens como ele. Há dias mencionei Olof Palme. Sérgio Vieira de Mello era de têmpera similar. Um Homem único. E insubstituível.

6 comentários:

Virginia disse...

Quando olho para este retrato do Sergio V.M., pergunto-me como é possível um homem ser tão bom e tão bonito simultaneamente. E pergunto-me ainda como é possível destrui-lo , assim, por um acto terrorista completamente estúpido e inútil.
Tanto valem as vidas dos bons como dos maus, é tudo a mesma coisa , dá vontade de pegar numa metralhadora e correr tudo à metralhada....

Desculpa, Mãrio, mas esta fotografia incomoda-me.

Filipe Snr disse...

Tal como Olof Palme, outro Grande Senhor que deu a vida por uma causa que, talvez, não a merecesse (veja-se com as coisas estão hoje).
Mas Ele acreditava, como acreditou também em Timor. Merecerá sempre a minha grande admiração e o meu profundo respeito.

Mário disse...

Virgínia: é esse incómodo que devemos sentir, para entender a necessidade de controlar a nossa parte má.

A face, a vida e o afecto de SVM, além da sua extraordinária competência (discreta mas eficiente), são a prova do que é o Homem e a Humanidade. A cara dele esmaga, o sorriso dele (associado a um percurso de vida, com a pessoa que amava, que revelaram coragem e determinação) ri-se (perdoe-se o pleonasmo), afinal, dos assassinos. Não creio em Deus nem no Paraíso, mas acredito que há algo ´para lá da morte, e que SVM possa ter (com os 21 que com ele morreram) a visão cósmica do Universo e o final acesso total ao Conhecimento.

Virginia disse...

Espero que sim, Mário, ou estaríamos aqui todos perdidos neste planeta, sujeitos a qualquer devaneio de um louco.
Queria crer...mas não consigo.Limito-me a aproveitar todos os minutos - desculpa o cliché - como se fossem os últimos.

Huckleberry Friend disse...

Grande homem, curvo-me perante a sua memória! Blogmaster, dá notícias pro telemóvel, please!

Mário disse...

Caro Huck
O Blogmaster está de férias e, por isso mesmo, gere o telelé de forma calma e tranquila, assim como a net.
Como se não bastasse, está num local onde a rede "tem dias", felizmente, porque é suficietemente recôndito para ser bonito, calmo e sossegado.
Mas quem quer chegar a Roma, chega bem - basta ter boca!
Bjs e até... quando tu sabes!