sábado, 30 de janeiro de 2010

1000



Esta é a Entrada nº 1000 do Espaço Azul.

Um número histórico, num sábado cinzento - umas melhores, outras porventura menos conseguidas - mas há alguns bocadinhos de céu azul, a prometer bom tempo, nem que seja lá para a Primavera... ou Verão!

(é verdade: repararam que, há uma semana, o cabeçalho mudou?).

Abraços a todos os leitores! Agora, a caminho das duas mil!

10 comentários:

Luis Isidoro disse...

Parabéns pelo número 1000 e pela forma objectiva e pelo conteúdo interessante que sempre disponibiliza neste blog. Comecei a ler este blog quando a minha mulher ficou grávida há 10 meses atrás e tem sido um ponto de visita regular. Um abraço do Panamá onde o sol tem brilhado constantemente e quase não há nuvens no céu azul (época seca) - não me importava de mandar algum calor para aí!

Virginia disse...

Claro que reparámos, o céu está maior, mas o azul mais pequeno, espero que isso nao tenha a ver com o endividamento publico. Gosto de "um pouco mais de azul";-)

Parabens...eu para já vou nas 200 e tais....mas nasci ontem!!

Bom Domingo!

miguel disse...

Sempre interessante.

Parabéns.

joaopedrosantos disse...

Parabéns.
Reparei na mudança do cabeçalho e lembro-me de me ter perguntado o que terá suscitado tal mudança, onde o céu azul se vê menos...

Mário disse...

Luís - mande um bocadinho, que não temos dois dias seguidos de sol há muito tempo... então ao fim de semana tem sido mau demais. E obrigado pelas suas palavras.

Virgínia - o seu Blogue já não nasceu ontem porque anda e corre velozmente. Dá gosto partilhar, não é?

Miguel - obrigado pela amizade e, em nome do Blogue, pela "fidelidade" e riqueza dos comentários, sempre a estimular o debate, a reflexão e o pensamento.

João Pedro - obrigado. Vê-se menos azul, é um facto. Mudei porque, às vezes, é preciso renovar alguma coisa na imagem. Achei que esta fotografia dava mais ideia da riqueza e preciosidade que é "um espaço azul", não este Blogue, mas o que poderemos cultivar dentro de nós. As nuvens negras espreitam sempre, mas é possível ter um "lugarzinho junto do céu", mesmo que pequeno.

Bom domingo a todos!

Virginia disse...

Gosto do ceu de qq maneira. é-me imprescindível estar perto do ceu, mesmo que chova...

miguel disse...

Dar " graxa " não é , decididamente, coisa que esteja nos meus gostos e hábitos. Se vou dizer bem do editor, é a propósito das 1000 entradas, e números redondos não acontecem todos os dias.

Interessa-me, dele ( e de todos ) o lado humano. Por isso o trato por Mário e não Sr. Doutor, num país - desgraçado - com o costume de usar e abusar dos títulos, prara evidente gozoso dos titulares. Tenho uma relação de amizade com ele porque, neste país de doutores, se destaca dos seus pares, na generosidade, abertura aos outros e vastidão de horizontes que a maioria deles não revelam .É a minha opinião. Sou também - ou, por isso - da opinião que não é questionável a sua profunda humanidade ( que é o que me interessa ) - cheia, seguramente de imperfeições.

Mas agradeço-lhe essa disponibilidade que tem em acolher, por princípio, qualquer um no seio desse território tão íntimo que se chama amizade. Por isso, talvez, a exigência que pratica, consubstanciada no " confronto"; no "corte abrupto".

E outra coisa: decididamente, convive mal com o lado obscuro da natureza humana - sendo humano. Não se resguarda, no entanto - combate-o, o que lhe traz ,seguramente, dissabores.

Esta é a minha visão breve e imperfeita das coisas, do Mário e da sua relação com o mundo onde está inserido. Visão, minha, intrasmissível, hoje, Janeiro de 2010.

Porque sou seu amigo, e porque eu sou assim, digo hoje bem; noutro comentário discordarei, evitarei o amén. Provocações são comigo.

Mário disse...

Miguel
Muito obrigado pelas tuas palavras, que sei não serem de circunstância - pelo que conheço de ti, não és uma pessoa para elogios fáceis e hipócritas -, e por isso o que escreveste cala ainda mais fundo.

Sou muito imperfeito e tenho defeitos que gostaria de não ter, mas que, por outro lado, fazem parte de mim - quero modificar-me mas não demasiado, porque prefiro lidar com defeitos que já conheço doq ue com outros, novos, que necessariamente me cairiam em cima.

Gosto de partilhar ideias e factos, de debater e empenho-me nas discussões; mais, não consigo discutir um assunto sem palavras acaloradas e entusiasmo, mesmo que se esteja a falar da vida sexual das formigas. Como sabes, essa maneira de ser (de estar?) já me tem proporcionado alguns amargos de boca em blogues e na vida "real".

Este Espaço dá-me gozo, não apenas por o fazer, mas pelas conversas e comentários que o enriquecem e são deveras estimulantes. A vida não dá para nos vermos com a brevidade e periodicidade que desejaríamos. Por outro lado, há pessoas do Panamá, ou até que não conheço pessoalmente mas que se tornaram amigos, como é o caso do Sérgio, que até há bem pouco tempo julgava ser um "menino" de menos de 30 anos! Mas como sou um animal muito gregário, e gosto da conversa fiada, estou como peixe na água dentro deste Blogue, e acho que todos temos mais-valias destes nossos encontros.

Olha, a minha maios-valia, agora, foi ficar babado e a auto-estima subir um bom bocado!

Abraços

José Carlos disse...

Entrei no teu portal e deparei-me com este número. Parabéns!!! Pelas tuas entradas que alimentam as nossas nuvens e anima o espaço azul...
ab

Filipe Snr disse...

Lamento não ter entrado no portal durante o fim de semana pelo que os
parabéns vão atrasados.

Sou suspeito por conta dos laços familiares mas não passa dia que cá não venha.

Gosto de ver que há um espaço onde se discute de tudo e tu tens o dom de 'inventar' os bons assuntos. Mesmo sem comentar a maior parte deles, aprecio o conteúdo e também os comentários dos vários visitantes, sobretudo os ditos 'residentes'.
Eu não tenho 'estaleca' para ter um blogue, mas neste vivo um pouco o que gostaria de inserir se o tivesse.

Continua, sempre em frente e com a habitual garra!