terça-feira, 23 de dezembro de 2008

mais um que sofre de desenteria verbal

O Papa condenou a homossexualidade e a transexualidade - comparando-as à destruição das florestas troipicais (?!) - porque não ter filhos põe em causa a sobrevivência da Humanidade.


E eu a pensar que, por estes dias, estaria ele ocupado em embrulhar presentes para todos os seus descendentes directos... ele e todos os cardeais, bispos, padres e afins...

Afinal, o Papa compara-se a si próprio à destruição da floresta amazónica porque, convenhamos, quem é ele mais do que os outros para os condenar por não terem filhos? (além de que a orientação sexual não se escolhe, e o celibato sim!).

Seria caso para dizer "Perdoai-lhe Senhor, porque não sabe o que diz!". Mas o pior é que sabe...

Ao menos, aquele padre de Fronteira, no Alentejo, que tinha o cognome de "Fazia-os e baptizava-os" era bastante mais merecedor do Reino dos Céus!

4 comentários:

Virginia disse...

Como diria o nosso Pai, perdeu Sua Santidade uma boa ocasião para estar calado.
E será esta a ocasião melhor para exprimir os seus preconceitos, não será o Natal a época da tolerância e Amor?
Cada vez dou mais razão aos Ingleses que se estão a marimbar para Roma e assumem as suas tendências com coragem.


Deus está em toda a parte excepto na Sua ( cada vez menos)Igreja...

Mário disse...

Virginia
Não podia resumir melhor - a última frase é de Antologia.
Bjs

Catarina L. disse...

Cada vez menos Igreja, e por isso mesmo já parece que esta será uma forma de marketing viral religioso... Talvez se de uma vez por todas assumirmos que esta Roma já não condiciona o que quer que seja... "sua santidade" qui ça possa finalmente "conceber" um novo rumo. Haja Deus!

Boas festas!

joaopedrosantos disse...

Parece-me uma comparação que só uma mente transcendente poderia fazer. Só não ocorreu nunca a ninguém porque ninguém é assim tão inteligente.

Talvez Deus queira fazer umas entrevistas novas porque os secretários que cá tem não estão a gerir bem a coisa.