terça-feira, 4 de dezembro de 2007

2008 vai ser amigo...


Em 2008 vamos ter o dobro das "pontes" deste ano. Lisboa terá seis feriados à quinta ou à terça.

Feitas as contas, dizem os entendidos que poderemos gozar 144 dias de descanso e 222 de trabalho.

Entre um dia 1 e um dia 8 de dezembro que sabem a nada, pelo menos 2008 será farto em fins de semana grandes.

7 comentários:

manuel teixeira disse...

IMORAL !
DINAMITEM AS PONTES !

Mário disse...

Porquê imoral?
Não é por falta de dias de trabalho que o país produz eventualmente pouco.
É mais por ineficiência.
Em Inglaterra, pelo menos quando lá vivi, havia pontes por dá cá aquela palha, grande tolerância a faltas por causa dos filhos, férias em Novembro e na neve, em Fevereiro, e no Natal era a grande balda...
E são eficazes e eficientes.
Não estou pois de acordo, Manel, com essa voracidade bombista.

manuel teixeira disse...

Pois é meu caro amigo, mas a realidade é que:

INEFICIÊNCIA + FALTA DE DIAS AO TRABALHO = BAIXA PRODUCTIVIDADE.

Assim 'o fazer a ponte' intensifica (por certo concordarás) este paradigma da nossa baixíssima produção nacional.

Continuo a achar que 'a dinamite' continua a ser uma boa solução...

miguel disse...

Hei-de desenvolver , no meu espaço, uma tese que defendo: a de que os portugueses trabalham muito.E que o associam a sentimentos de honra e dignidade antes de o associarem a dinheiro.Penso isso, sinceramente. Só conheço uma pessoa que não gosta de trabalhar...garanto.

CVD disse...

Sim depois desta semana em que supostamente Há 2 Feriados ....(Qué dos malandros?) que se esconderam quais gatos com o rabo de fora...mas só para fazer pirraça aos que trabalham...apetece a prespectiva de um ano farto de feriados e pontes. Estes dois malandros para o anos...pimba...são à segunda que se tramam.
Quanto às pontes...por opção não as gozo...gozo sim o prazer de ir trabalhar a uma segunda ou uma sexta com metade do trânsito e metade da confusão dos dias de trabalho normais o que me dá um prazer imenso!!
Eu sou daquelas "do contra" e antisocial que tira férias preferentemente quando mais ninguém tira...Um sossego!!!

Mário disse...

CVD
Está bem visto: não há dúvida que cada um tem a sua maneira de ver o mundo e as pontes. Ganhas em vários tabuleiros, e como te compreendo, eu que NUNCA tiro férias em Agosto (em 30 anos de trabalho houve um ano, em que foi a excepção que confirmou a regra...)
Bjs

manuel teixeira disse...

Olá cvd,
Assim é que é.
Estou de acordo consigo.
Um Feriado é um Feriado e uma Ponte é uma Ponte.
E porquê a Ponte ? Porque diabo ?
Cá para mim, foi uma descoberta de algum português 'esperto'...
Também eu sou a favor da desconcentralização (existe !?) das férias.

P.S. E venha de lá a dinamite...