segunda-feira, 6 de outubro de 2008

imbróglio mozartiano

Depois de o Colégio onde os meus filhos andam ter tido a excelente ideia de os levar a ver "A Flauta Mágica", e de a RTP2 ter passado um ballet moderno baseando-se nessa ópera de Mozart, um verdadeiro "vendaval mozartiano" varreu a pequenada desta casa.

Só querem saber as histórias, ver os DVDs, adormecer ao som do "glockenspiel" ou do Papagueno. Mas, ajudem-me: como é que um pai explica a três meninos pequenos que as Bodas de Fígaro têm o seu cerne no "direito de pernada" do Conde de Almaviva? Help, pleeeeeeease!

6 comentários:

Anónimo disse...

Os meus netos de 3 e 5 anos tb adoram ouvir música clássica e a Flauta Mágica é uma das que ouvem mais, mas ainda há o Carnaval do Animais, com um livro que vão desfolhando à medida que ouvem o CD e o Pedro e o Lobo ou o Lago dos Cisnes.
Agora entretém-se a fazer concursos, um canta e o outro adivinha qual dos animais - ou música - ´´e que ele está a cantar. Acho isto fantástico e fico pasmada com a memória destes miúdos. Devo dizer que os pais não têm TV em casa e limitam-se a deixar ver alguns DVDs no PC de vez em quando.
É claro que eles aqui em casa da Avó só querem ver o Panda, mas estão cá pouco tempo e procuro negociar o tempo para outras coisas.

Aqui na CdM há bastantes concertos para crianças e podia haver ainda mais. Nunca é cedo demais para lhes fazer ver que, sem música, o mundo é um deserto.

Virgínia

Mário disse...

Mas, Digmª Avó: como lhes explicar o que é o "direito de pernada"????

Carmo disse...

Vida de pai é difícil!...nada de se tentar descartar e dizer que no colégio explicam.
O melhor é perder o DVD, a história é intravintrinculada do princípio ao fim.
Boa sorte.
Carmo

joaopedrosantos disse...

Traduza-se o termo por algo do género de Travessuras. O tal Conde era um menino malandreco que gostava de poder fazer "travessuras" à vontade nas suas bodas...
É péssimo mas melhor que nada...

Anónimo disse...

Isso cabe ao pai explicar.....eu nunca tive de explicar essas coisas nem aos filhos, nem aos netos. Que sorte!!!
V

Mário disse...

Carmo: excelente ideia. Afinal, não é a escola que "induca"? Ou só são professores para terem um Dia Mundial aod omingo e, ainda por cima, num feriado! Calões!

João Pedro: eles gostam mais de travesseiros de Sintra... mas era uma boa hipótese4, estilo "brincar às casinhas" com a Susanna ou a Marcellina...

Mana: para que servem as tias???

Ok, ok, amanhã vêem a Ópera do Noddy. O pior é se o Orelhas tem direito de pernada sobre a Ursinha Teresa!